Skip to content

Como se vestir para as festas da empresa de final de ano?

novembro 22, 2010
Tem coquetel na sede da empresa, tem churrasco para as famílias no domingo, tem jantar de confraternização em galeteria. E todos se perguntam: com que roupa?
Sabe aquelas roupas que você usa todos os dias para trabalhar? Não servem para a festinha de fim de ano da empresa. Sabe aquelas roupas que você nunca usaria para trabalhar? Também não servem.
Você deve manter sua imagem profissional. 

FESTEJANDO NO MUNDO CORPORATIVO –PORQUE ONDE SE GANHA O PÃO NÃO SE PISA NA JACA, NEM DE SALTO – A IMAGEM DA PROFISSIONAL QUE SABE QUE AMANHÃ PEGA ÀS OITO

1 – DESCASCANDO AS NOZES
Quando você pensa em roupa de festa, sua primeira idéia é vestir algo mais sensual e sofisticado, não é?  Mas não vamos esquecer que o resto da empresa também vai estar lá.
Então o que vamos oferecer aos olhos curiosos e céticos, que duvidam que atrás daquela mulher de negócios também bata um coração? Resposta simples: o primeiro osso de junta imediatamente disponível depois daquele que todo mundo já conhece. Exemplo: se você trabalha sempre de calças, todo mundo conhece seu tornozelo, então nessa ocasião festiva, brinde-os com seus joelhos. Se você sempre usa mangas compridas, pode mostrar os cotovelos, ou se eles já forem conhecidos, os ombros. Eles já conhecem seus joelhos? Paciência, Papai Noel não trará mais nada.
Decotão, não.
Minissaia, não.
Vamos liberar um tomara-que-caia. Não um corpete tipo espartilho, bem longe disso. Tomara-que-caia reto, que cobre todo o seio e tem uma boa barbatana vertical por dentro. A idéia é oferecer o seu pescoço e aqueles ossos que você passa fome para fazer aparecerem.

2 – PERUA, SÓ NA CEIA, BEM ASSADA E CHEIA DE FAROFA.
Então é festa. Você quer usar aquele colar maravilhoso, aquele brinco que custou uma fortuna, aquela sandália linda e aquela bolsa que vai fazer a sua colega morrer de inveja. Use, é a sua chance, mas escolha só uma das opções.
Lembre-se, é um evento de trabalho.
E o cabelo? Pois é, será que o pessoal que te vê todo dia crespa não vai te estranhar lisa e chapada? Essas transformações radicais podem não pegar muito bem no ambiente de trabalho, ainda que festivo, parece, sim, que você quer chamar mais atenção do que deveria. Para manter a regra, o meio termo é o caminho. Você trabalha sempre de cabelo preso, use solto, o mais natural possível. O mesmo vale para maquiagem, carregue só um pouquinho mais do que o normal.

3 – NÃO BAGUNCEM O PRESÉPIO
Mesmo nesse agradável clima de confraternização, Maria é Maria, e a vaquinha fica lá atrás. Ou seja, não se perca da hierarquia. Desenhando: seus estagiários não estão preparados para ver você como uma colega de balada, e no dia seguinte você terá de ser a chefe de novo.
Portanto, quanto mais alto for seu cargo, mais sóbria e formal será sua roupinha festiva. E de melhor qualidade.
Não, meu senhor, nem se for churrasco no domingo, seus empregados precisam conhecer suas pernas cabeludas numa bermuda. Aliás, bermuda só se você não resistir ou tiver uma muito bonita, sem estampa e discreta. Sabe aquele calção e aquela camiseta do timão que você usa nos churrascos de família para sacanear o seu cunhado, não foram convidados para o churrasco da firma. E pelo amor do ser supremo e em nome da raça humana. Se rolar um futebol, na seqüência rola um banho e troca de roupa, sentar-se à mesa direto, nem na sua casa!
4 – TRADIÇÃO É TUDO
Festas de final de ano têm cara de tradição. Portanto não invente, no inove. Não faça diferente. Pelo menos não na frente de todos os seus colegas de trabalho e chefes.
Portanto, siga as regras mais tradicionais. Para festas à noite mulheres usam vestido simples de tecido caro, ou tailleur de tecido nobre, ou terninho de tecido mais nobre ainda, ou uma blusa sofisticada com pantalona ou saia. Sempre com um bom sapato (com algum salto) e bolsa pequena. Homens usam calça reta, camisa, blazer e, é claro sapato.
Os tais bailes de final de ano seguem as mesmas regras. Em algumas profissões, como advogados, médicos e administradores, exigem terno escuro e gravata, e as mulheres podem optar por vestidos ma altura dos tornozelos.
Para festas de dia, só mudam os tecidos, que ficam mais leves. Esse ano o linho está com tudo.
Festas mais informais, tipo galeto, pizza, churrasco exigem menos produção. Mulheres podem arriscar calça ou saia dom uma bela malha, blusa simples ou vestidos leves. Homens podem usar jeans, camisa pólo e tênis street.
O que você nunca vai usar: roupa de ginástica, roupa de balada, roupa já usada no trabalho, roupa alugada.

Este texto foi extraído do Blog “Com que roupa” http://comqueroupa.blogspot.com/

About these ads
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: